Terra Brava: Francisco descobre que é pai de Martim e ameaça Eduarda de morte | Fotos

Beatriz conta a verdade a Francisco e este fica desperado. Vai à procura da ex-mulher e acusa-a: «Tiraste-me aquilo que mais desejei na vida».

10 Mai 2020 | 11:20
-A +A

A troca de bebés entre Eduarda (Maria João Luís) e Beatriz (Mariana Monteiro) era um dos segredos mais bem guardados da novela Terra Brava e, desde que foi revelado, nada ficou igual na trama. Agora, depois de Beatriz saber a verdade, é Francisco (Virgílio Castelo) quem fica em choque com a descoberta. A TV 7 Dias revela-lhe como vai acontecer essa cena.

Nas cavalariças, Diogo ajuda a patroa a desmontar do cavalo. Ele diz-lhe que ela hoje está muito distante e Eduarda assume que teve uma discussão séria com Beatriz. Nesse momento, entra Francisco, raivoso e, enquanto avança para ela, manda Diogo sair, afirmando: «Não vou pedir novamente. Esta é uma conversa entre mim e a minha ex-mulher.»

O ex-militar retira-se, apreensivo, e a empresária percebe que Beatriz já contou a Francisco tudo sobre a troca de bebés que ela fez. «Esperavas mesmo que ela guardasse o teu segredinho sujo? Tu deste o nosso bebé à Beatriz. Tiraste-me aquilo que mais desejei na vida, que foi ter um filho!», acusa o empresário. Eduarda tenta desculpar-se e alega que a dor dele não se compara à que Beatriz iria sentir quando soubesse que tinha perdido o menino.

«Eu enterrei um filho»

Francisco continua revoltado: «Não tinhas o direito. O Martim é meu filho. Eu enterrei um filho! Chorei a morte dele e tu sabias que o nosso bebé estava vivo».

Nesse instante, tira a arma que traz presa na cintura e aponta-a à ex-mulher. Ela questiona o que ele vai fazer e humilha-o: «Queres que responda por ti? Nada! Não vais fazer nada, porque tu não passas de um banana, que foge dos confrontos a sete pés. És um fraco… Então? Atira! Estás à espera de quê?»

No limite, Francisco dispara para o lado enquanto emite um grito de ódio que ecoa pelo picadeiro. «Estás maluco? Podias-me ter acertado!», diz a vilã, assustada. Francisco responde: «Mas escolhi não te acertar. É bom que te lembres disso, Eduarda. Eu tive a tua vida nas mãos e escolhi disparar para o lado. E sabes porquê? Porque não sou como tu, que pensas que és Deus para decidir quem vive ou quem morre. Foi pena não me teres dito antes de casarmos. Tinhas-me poupado a anos de frustração.»

Diogo tira a arma a Francisco

Nesse momento, Beatriz e Diogo entram no picadeiro. Eduarda muda o tom de voz, dissimulada, e começa a vitimizar-se. «Beatriz! Ele ia-me matando, filha…», diz, amparando-se em Diogo e chorando no peito dele.
O ex-militar tira a arma da mão de Francisco. «Isto foi um desabafo, uma explosão de raiva. Como se fosse sujar as minhas mãos com o sangue de uma desalmada como tu, sem coração… Se te quisesse morta, não tinha falhado», assume. Beatriz abraça o pai e pede-lhe que vá embora com ela.

«Vais pagar por isto, ouviste, Francisco? Não penses que te vais ficar a rir!», ameaça a vilã. Diogo pede-lhe que pare de provocar e Beatriz afasta-se com o pai. Eduarda intensifica o choro, abraçada ao empregado.

 

Saiba mais:
Revelação em Terra Brava: Eduarda conta a Beatriz que é mãe de Martim
Escândalo em Terra Brava: Eduarda é desmascarada em plena campanha
«Tem-me custado». Martim de Terra Brava assume nervosismo com o arranque da telescola

 

 

Texto: Neuza Silva; Fotos: Divulgação SIC

 

Pontos de Venda das Nossas Revistas

PUB
Top